Intervenções

Manuel Pizarro pondera a privatização dos cuidados de saúde primários no SNS

Manuel Pizarro pondera a privatização dos cuidados de saúde primários no SNS. Catarina Martins alerta que não existe uma única boa experiência de privatização de um serviço público fundamental, em Portugal.

Que influência terá Portugal para travar os crimes do Frontex?

Foi provada a cumplicidade entre o Frontex e a polícia grega no abandono em alto mar de milhares de imigrantes. Em alguns casos, estas pessoas são algemadas, colocadas em botes sem motor e deixadas à morte. Portugal não pode ter um papel nestes crimes.

 

Alojamento estudantil: Governo não criou camas públicas, deixou os estudantes à mercê do mercado

Joana Mortágua confronta o Governo com a insuficiência de apoios aos estudantes deslocados que frequentam o Ensino Superior e com a ausência de medidas para regular o mercado habitacional.

Este Orçamento contribui para o desinvestimento nas carreiras das forças e serviços de segurança

Este Orçamento contribui para o desinvestimento nas carreiras das forças e serviços de segurança

 

A única garantia deste Orçamento do Estado é o empobrecimento geral de quem trabalha, e as forças de segurança não serão exceção. O governo não apresenta nenhuma medida para responder à falta de condições nesta área, deixando a precariedade alastrar-se.

Governo é como a Rainha da Alice no País das Maravilhas: “A verdade é o que eu quero que seja”

Governo mentiu aos pensionistas, anunciou um acordo de rendimentos que apenas serve para dar uma borla fiscal aos patrões, opta por cortes nos salários e apoios pontuais e não desce o IVA da energia nem controla o seu preço.

“Quantos pobres são precisos para produzir um super-rico?”

Governo insiste em não ver uma ligação entre o aumento da pobreza e os lucros milionários das grandes empresas. Insiste em não taxar os lucros excessivos, dá borlas fiscais milionárias a quem mais tem mas recusa-se a baixar o IVA da energia, dos produtos essenciais e a controlar preços.

“Governo protege quem rouba para empobrecer quem trabalha”

A inflação não é apenas culpa da guerra, é também culpa de quem carrega nos preços para fazer lucros milionários e continuam a fazê-lo porque sabem que o Governo nada fará para os impedir.

 

Governo usa debate do Orçamento para fazer propaganda a medidas… que não estão no Orçamento.

Foi preciso uma ultrapassagem pela esquerda da Comissão Europeia para o Primeiro-Ministro finalmente dizer algo sobre lucros “inesperados”. Mas inesperados para quem? 

 

OE2023: “O Governo só tem contas certas quando é para cortar salários e pensões”

O Governo, com este Orçamento, está a premiar quem ganha com a crise e a condenar os trabalhadores e pensionistas ao empobrecimento.